Investimento Português em Moçambique

O grupo português Visabeira foi selecionado para gerir o acampamento de Chitengo, a maior infraestrutura turística no Parque Nacional da Gorongosa (PNG), em Sofala, centro de Moçambique, foi hoje anunciado.

A seleção do grupo português, com uma forte presença em Moçambique, foi feita  pelo Ministério moçambicano do Turismo e pelo Projecto de Restauração das Gorongosa, e vai envolver um investimento de dois milhões de dólares (cerca de 1.46 milhões de euros).

O investimento destina-se sobretudo a renovar e construir novas infraestruturas naquele acampamento - que terá a designação Girassol Chitengo - que atualmente tem capacidade para alojar 78 pessoas, para além de uma área para campismo.

Com sede em Viseu, Portugal, o Grupo Visabeira, criado em 1980, tem uma destacada presença em Moçambique, nas áreas de hotelaria, construção civil, energias, telecomunicações e entretenimento, entre outras.